Saúde e Sexualidade Juvenil

Página Inicial  >  Saúde e Sexualidade Juvenil  >  Sexualidade  >  A sexualidade e as relações
  As decisões: dizer sim e dizer não! As decisões: dizer sim e dizer não!
A assertividade entre os jovens

És um/a adolescente, sentes uma grande energia e vontade de sentir emoções fortes!
Também queres ser respeitado(a), fazer boa figura à frente dos teus/tuas amigos(as) e chamar a atenção daquela pessoa especial lá da escola!
Porém, podes sentir-te pressionado(a) por tudo e por todos: pelos (as) amigos (as), pelos pais e pelos professores.


Todos te apontam caminhos, te dão conselhos, criticam as tuas escolhas. Claro que precisas de conselhos e ombros amigos mas também precisas de liberdade para pensar, ouvir e decidir. No fundo, precisas de ter espaço para “arrumar” toda a informação e para mudares de opinião. Não faz mal demorar um pouco mais e deixar amadurecer as nossas opiniões, dizer hoje sim e amanhã não. 

 

Enfrentas novos desafios para os quais também é necessário saber dizer que sim e saber dizer que não, por muito difícil que seja. Dizer não, pode ser muito complicado, especialmente, se formos mal entendidos. Sejas rapaz ou rapariga não te deves sentir pressionado(a) para um namoro que não desejas ou para uma relação sexual para a qual não estás preparado(a).


O problema surge quando te pressionam…

"O meu namorado diz que me deixa se eu não tiver relações sexuais com ele..."; “O meu namorado recusa-se a utilizar o preservativo masculino e eu quero colocar o preservativo feminino mas ele também não quer…”; "A minha namorada quer fazer amor sem preservativo...”; "Todos os rapazes da minha idade já não são virgens..."; “A minha namorada ainda acha estranho o preservativo feminino mas eu já lhe disse que era muito seguro e uma questão de hábito”; "A minha namorada deixou-me porque eu não quis ter relações sexuais. Agora tem outro namorado. Os meus amigos só gozam comigo porque não quis fazer amor com ela. Acho que ainda não estava preparado".

É procurar escutar atentamente o que te dizem os teus sentimentos, os teus desejos. Não tens que te sentir obrigado(a) a fazer amor com o teu/tua namorado(a) só porque ele/ela quer! Quando cedemos a pressões fazemos o que os outros desejam, sem ter em conta o que sentimos, quando não temos coragem de dizer não, sentimos desconforto. Temos a sensação de ser desrespeitados, ignorados e incompreendidos.


Procura falar abertamente com o teu/tua namorado(a). Diz-lhe o quanto gostas dele/dela, o quanto também o/a desejas e também o quanto estás confuso(a)...    

 

 

A tua namorada não quer usar preservativo?
Usar o preservativo é um ato de amor, de respeito e… de compromisso connosco próprios e para com o(a) nosso(a) parceiro(a).
"Se não fizeres amor comigo sem preservativo, deixo-te...Se queres usar preservativo é porque já não és virgem...eu cá não uso preservativo". Nestas situações, é muito importante conseguir dizer: não!! As decisões também implicam saber ouvir sim e não....

Se continuares com dúvidas, é porque não estás certo/a daquilo que queres e nesse caso, o melhor será dizer que não. Iniciar a vida sexual é sempre uma opção e um direito de cada um de nós.    

Se estiveres sob pressão e não quiseres ir mais além:
  
1. Abranda - Não cedas a chantagens emocionais. Quando se gosta de alguém, espera-se até que o outro se sinta preparado(a);
2. Conversa -  Sobre a sexualidade e métodos contracetivos entre outros assuntos que aches importantes!
3. Pede tempo - Diz ao teu/tua namorado(a) que precisas de mais tempo para decidires e não consegues enquanto te sentires pressionado(a). A atitude e comportamento do(a) teu/tua namorado(a) acerca deste assunto dá-te uma boa ideia do quanto se preocupa contigo.


 

Passemos para um cenário diferente.
Percebes que chegou o momento de dizer que sim. Sentes-te compreendido(a), amado(a) ou simplesmente sentes que queres. Depois de muito conversar, de uma troca de olhares que “falam por si” ou de um beijo mais caloroso, “soam campainhas”... sim! sim! sim! Sentes aquela vontade de murmurar baixinho, “sim, quero”!    


Amor é um livro
Sexo é esporte
Sexo é escolha
Amor é sorte
Amor é pensamento, teorema
Amor é novela
Sexo é cinema
Sexo é imaginação, fantasia
Amor é prosa
Sexo é poesia
O amor nos torna patéticos
Sexo é uma selva de epiléticos
Amor é cristão
Sexo é pagão
Amor é latifúndio
Sexo é invasão
Amor é divino
Sexo é animal
Amor é bossa nova
Sexo é carnaval
Amor é para sempre
Sexo também
Sexo é do bom...
Amor é do bem...

Amor e Sexo
Rita Lee    
Partilha esta informação E-mail | Facebook | Twitter
pesquisa
eventos
fala connosco
Linha da Juventude800 203 050
Linha
da Juventude
Ponto Já
   
Sítio acessível
segundo as normas do W3C