Cidadania

Página Inicial  >  Cidadania  >  Educação para o Desenvolvimento
  Educação para o Desenvolvimento Educação para o Desenvolvimento
Descrição

A Educação para o Desenvolvimento, enquanto conceito,  nasce de um trabalho protagonizado pelas ONGD (Organizações não Governamentais para o Desenvolvimento) e traduz-se na adoção de exigências comuns de equilíbrio e coesão social, de valorização de princípios de participação, de dignidade dos cidadãos e de sustentabilidade justa.

A Educação formal e não formal para o Desenvolvimento é uma atividade continua promovida a nível internacional e a nível nacional, por várias entidades, nomeadamente as que integraram a Estratégia Nacional de Educação para o Desenvolvimento 2010-2015 e a vigente Estratégia Nacional de Educação para o Desenvolvimento 2018-2022.



Segundo a Plataforma ONGD “Educação para o Desenvolvimento” (ED) é um processo dinâmico, interativo e participativo que visa a formação integral das pessoas...a Educação para o Desenvolvimento não pode nunca confundir-se com campanhas de angariação de fundos, com objetivos de visibilidade e marketing de organizações ou ações, nem com iniciativas de informação oficial sobre Ajuda ao Desenvolvimento.”

Definição da Visão Estratégica (MNE, Uma Visão Estratégica para a Cooperação Portuguesa, pp 45-46)

 

Através da partilha de  informação e reflexões a «Educação para o Desenvolvimento»

  •  a conscienlização e sensibilização social;
  •  o reconhecimento de situações de injustiça;
  •  a capacidade de intervenção;
  •  o desenvovimento de  visões, estratégias e propostas de mudança;
  • o combate às injustiças.

Em 2008, o Instituto Português de Apoio ao Desenvolvimento (IPAD) iniciou o processo para elaboração de uma Estratégia Nacional de Educação para o Desenvolvimento (ENED). Este processo envolveu organismos governamentais e não governamentais, nomeadamente o Instituto Português da Juventude (IPJ), tendo culminado com a aprovação da Estratégia Nacional de Educação para o Desenvolvimento 2010 -2015, através do Despacho n.º 25931/2009, de 26 de novembro, do Ministério dos Negocios Estrangeiros. 

A nova Estratégia Nacional de Educação para o Desenvolvimento 2018-2022 foi aprovada em Conselho de Ministros em 5 de julho de 2018 e resulta de um profundo trabalho de debate e reflexão promovido por diversas entidades públicas e da sociedade civil, visando a construção de sociedades mais justas, solidárias, inclusivas, sustentáveis e pacíficas.

 

Promover a cidadania global através de processos de aprendizagem e de sensibilização da sociedade portuguesa para as questões do desenvolvimento, num contexto de crescente interdependência, tendo como horizonte a ação orientada para a transformação social.
  • Camões, I.P.;
  • Direção-Geral da Educação (DGE);
  • Plataforma Portuguesa das ONGD;
  • CIDAC – Centro de Intervenção para o Desenvolvimento Amílcar Cabral;
  • Agência Portuguesa do Ambiente, I.P. (APA);
  • Alto Comissariado para as Migrações, I.P. (ACM);
  • Comissão Nacional da UNESCO;
  • Comissão para a Cidadania e a Igualdade de Género;
  • Instituto Português do Desporto e Juventude, I.P. (IPDJ);
  • Associação de Professores para a Educação Intercultural;
  • Associação de Reflexão e Intervenção na Política Educativa das Escolas Superiores de Educação (ARIPESE);
  • Confederação Portuguesa das Associações de Defesa do Ambiente (CPADA);
  • Conselho Nacional de Juventude (CNJ);
  • Plataforma Portuguesa para os Direitos das Mulheres;
  • ANIMAR - Associação Portuguesa para o Desenvolvimento Local;
  • Rede Intermunicipal de Cooperação para o Desenvolvimento.

 

ENED 2018-2022 [ .pdf | 100KB | .pt ]
ENED 2010-2015 [ .pdf | 50KB | .pt ]



Partilha esta informação E-mail | Facebook | Twitter
pesquisa
eventos
fala connosco
Linha da Juventude800 203 050
Linha
da Juventude
Ponto Já
   
Sítio acessível
segundo as normas do W3C